quinta-feira, 22 de agosto de 2013


Aranha-de-teia-dourada
 (Nephila clavipes)

A aranha-de-teia-dourada recebe este nome devido à coloração amarelada de sua extremamente elaborada e simétrica teia. Como seu veneno é muito fraco, depende dos fios pegajosos para manter seu alimento preso. A teia pode medir mais de um metro de diâmetro e é uma excelente armadilha. É construída entre os galhos das árvores, acima do solo, a uma altura perfeita para a captura de insetos voadores, como mariposas e gafanhotos.


A seda é tão forte quanto um cabo de aço de mesma proporção. Às vezes até mesmo pequenos pássaros ficam grudados nas teias. Os fios são elaborados por uma estrutura no abdome da aranha, composta de glândulas fiandeiras.

Além da teia, chama atenção também pelo seu tipo físico: é um aracnídeo grande (cinco centímetros, em média, de corpo), com coloração diversa e formato exótico. Apresenta dimorfismo sexual, já que as fêmeas são bem maiores do que os machos.

Não é uma aranha agressiva e seu veneno não causa danos à saúde dos humanos. Apresenta hábitos tanto noturnos, como diurnos.

Habita todo o continente americano, mas sempre nas áreas quentes. Vive em florestas, mas é muito comum nos quintais e varandas – costuma ficar próxima a lâmpadas, facilitando sua caçada.

Não é uma espécie ameaçada de extinção. 

Fonte: noticiaanimal

Nenhum comentário:

Postar um comentário